Versos mágicos

Versos mágicos

Tiro um verso da cartola
Então minha alma flutua
De éter, mágica sedução
Perfuma-se arteira e nua
Na corda bamba, equilibrista
Desfilo estrofe futurista
Pra encontrar a alma tua

Tiro um verso da cartola
Com alma de menina traquina
Brincante pra surpreender
Sob véus sou dançarina
Sou trapezista da alegria
E com malabares de poesia
Meu coração se afina em rima.

Nessa cartola encantada
Outros versos ainda em giz
Saltimbancos pelo caminho
Quais me farão mais feliz?
Quando alcançarem o papel
Serão espetáculo? Serão céu?
E o leitor pedirá bis?

Liane Souza.
Direitos autorais reservados.
Imagem da internet.