Fachin assume comando do TSE por seis meses e depois Moraes presidirá eleições

Fachin assume comando do TSE por seis meses e depois Moraes presidirá eleições

O ministro Edson Fachin foi eleito presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), nesta sexta-feira (17), durante a sessão de encerramento do Ano Judiciário. O ministro Alexandre de Moraes será o vice-presidente.

O mandato de Fachin terá duração de apenas seis meses e será substituído por Moraes, que, assim, presidirá a disputa de 2022, quando seu desafeto Jair Bolsonaro tentará a reeleição.

A posse de Fachin ocorrerá no dia 28 de fevereiro, com o fim do mandato do ministro Luís Roberto Barroso.

A eleição dos ministros ocorreu em plenário, em votação simbólica, com o uso de urna eletrônica, sob o comando do ministro Barroso. Ambos foram eleitos por 6 votos a 1.

Diário do Poder