Daniel Alves diz que não assinará com nenhum clube até o fim do ano

Em comunicado publicado na internet, lateral-direito de 38 anos anunciou opção de não assinar com nenhum time até dezembro. Fluminense chegou perto de ter o atleta, mas desistiu da negociação

Daniel Alves diz que não assinará com nenhum clube até o fim do ano
imagem: (crédito: Lucas Figueiredo/CBF)

Após sair do São Paulo em comum acordo devido aos atrasos de pagamento de salários — a dívida com o tricolor paulista chegou na casa de R$ 18 milhões —, Daniel Alves virou o principal personagem do mercado da bola no futebol brasileiro. Porém, o campeão olímpico com a Seleção Brasileira nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 optou por não vestir nenhuma outra camisa até o fim da temporada 2022.

Livre no mercado, o jogador anunciou a decisão de não fechar com nenhuma outra equipe através de uma rede social. No texto publicado pelo lateral-direito de 38 anos, ele explica os motivos da decisão. “Vim ao Brasil por um sonho de criança e o sonho foi realizado. Ser campeão com o clube do coração não tem preço. Não é sobre dinheiro. É sobre valores, é sobre hombridade, é sobre caráter, é sobre legado”, escreveu.

Nos últimos dias da janela de transferências do Brasil — o prazo se encerra nesta sexta-feira (24/9) —, o nome de Daniel Alves foi vinculado a, pelo menos, três clubes brasileiros: Flamengo, Fluminense e Athletico-PR. A negociação com o tricolor carioca foi a que mais avançou e envolveu contra-propostas. Porém, ontem, as duas partes decidiram não concretizar o acerto.

Nos últimos dias da janela de transferências do Brasil — o prazo se encerra nesta sexta-feira (24/9) —, o nome de Daniel Alves foi vinculado a, pelo menos, três clubes brasileiros: Flamengo, Fluminense e Athletico-PR. A negociação com o tricolor carioca foi a que mais avançou e envolveu contra-propostas. Porém, ontem, as duas partes decidiram não concretizar o acerto.

Dani Alves não citou nenhum dos clubes em que teria aberto negociação para a sequência da temporada. Como disputou apenas seis partidas com o São Paulo na Série A do Campeonato Brasileiro, ele estava livre para ser inscrito por qualquer equipe na competição nacional. O lateral-direito, porém, não poderia disputar outros torneios, como a Libertadores, a Sul-Americana e a Copa do Brasil.

“As decisões difíceis precisam ser tomadas, mas como sempre nada na minha vida foi fácil. É apenas mais uma decisão. Agradeço a todos pelo interesse, mas gostaria que o capítulo fosse fechado sem nenhuma interferência. Sei que foi comentado muitas coisas, mas a verdade é só uma: vim aqui por um sonho e saio daqui realizado”, seguiu o jogador no comunicado na internet.

O lateral-direito tem como principal objetivo participar da Copa do Mundo de 2022, no Catar, com a camisa da Seleção Brasileira. Até por isso, Daniel Alves priorizou o mercado brasileiro como próximo passo na carreira. Na convocação feita nesta sexta-feira (24/9), o técnico Tite optou por não chamar o ex-jogador do São Paulo. Danilo, da Juventus, e Emerson, do Tottenham, foram chamados na posição.

Como irá esperar até janeiro para definir a escolha de um novo clube para a sequência da carreira profissional, Daniel Alves irá, automaticamente, ganhar um leque de opções para definir a próxima equipe. Quando o lateral-direito voltar ao mercado da bola, as janelas de transferências dos países mais importantes do futebol europeu estarão abertas para contratações.

Fonte: Correio Braziliense