Brasil registra 537 novas mortes por coronavírus e supera 594 mil vítimas da pandemia

Dados do Ministério da Saúde indicam crescimento na média semanal de óbitos em comparação a duas semanas atrás

Brasil registra 537 novas mortes por coronavírus e supera 594 mil vítimas da pandemia
Imagem: Google

O Brasil notificou 537 novas mortes provocadas pelo coronavírus em 24 horas neste sábado (25), ultrapassou o patamar de 594 mil vítimas desde o começo da pandemia e registrou crescimento na média móvel de óbitos em comparação a duas semanas atrás.

A mais recente atualização do boletim diário do Ministério da Saúde, divulgado no início da noite, aponta que 594.200 pessoas já morreram em razão do vírus no país. A média semanal ficou em 527,4 vidas perdidas por dia, o que representa 15,5% a mais do que foi registrado duas semanas antes.

Por critérios epidemiológicos, essa variação indica tendência de crescimento na notificação de óbitos. Dois sábados atrás, esse número havia ficado em 456,6 registros diários.

Agora, os brasileiros completaram 12 dias consecutivos acima do patamar de 500 mortos. Esse cenário marca uma interrupção em sucessivas quedas desse indicador que vinham sendo observadas até a primeira quinzena do mês.

A quantidade de novas contaminações foi de 15.688, com uma média móvel de 16.139 infecções diárias quando se contabilizam todos os casos observados na semana. Isso representa uma situação de estabilidade em comparação a duas semanas atrás, com ligeira oscilação de 1,5% para cima. Uma variação inferior a 15% ao longo desse período, para mais ou para menos, é considerada epidemiologicamente estável.

No sábado, a média de casos caiu significativamente em comparação aos sete dias anteriores, que estavam sendo afetados pela inclusão tardia de um grande número de notificações represadas no país. Isso havia levado à inclusão de mais de 150 mil registros em apenas 24 horas no dia 18 de setembro — cerca de 10 vezes acima da média dos dias anteriores. Em razão disso, a média estava acima de 34 mil.

Com a nova atualização, o país soma 21.343.304 pessoas contaminadas pela covid-19 em algum momento, das quais 95,3% já se recuperaram. Outras 2,8% morreram e o restante está em recuperação.